PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Página 23 de 23 Anterior  1 ... 13 ... 21, 22, 23

Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 15

Mensagem  Faccio Miguel em Qui 29 Nov 2018 - 8:03

03/12/2016
Quem se prepara para a viagem para o outro lado da vida? A morte não marca o momento de sua chegada. Ela vem como o ladrão, O Cristo dizia: “Não sabeis nem o dia nem a hora”. Essa inconsciência da grande realidade que nos espreita constantemente pode vir a qualquer momento reclamar nosso corpo. Enquanto não estivermos evoluídos espiritualmente, o corpo não nos pertence, ele pertence ao universo de onde surgiram os elementos que o formaram. Ele somente nos pertencerá após termos feito a nossa ascensão. Somente a partir desse momento o corpo passa a fazer parte permanente de nosso agregado espírito/matéria. Por causa da inconsciência dessa realidade, que bate à nossa porta no momento em que menos esperamos, é que entramos na vida após a vida sem estarmos preparados, com as calças na mão, como se diz por aí. Isso causa ao espírito muitos transtornos, que demoram a ser sanados, e que levam muita paciência dos socorristas do espaço, até conscientizá-los de que seus corpos estão mortos, e que, agora, não pertencem mais ao mundo da matéria, mas ao mundo dos espíritos. O espírito somente encontrará a paz no momento em que se conscientizar que já retornou para a sua pátria.

Faccio Miguel

Mensagens : 452
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 15

Mensagem  Faccio Miguel em Sex 30 Nov 2018 - 9:13

04/12/2016
A inversão dos valores está levando essa humanidade à sua degradação e extinção. Os valores humanos, a honestidade, a lisura de caráter e a bondade estão sendo degradadas. Estamos revivendo os últimos períodos do povo romano. A única coisa que tem valor é “panem et circenses”. É o que se está vendo florescer aceleradamente no seio de toda a humanidade. Com pequenas diferenças, mas com o mesmo sentido. De um modo todo especial em nosso país. Boa parte da população quer viver grudada na teta do governo, usufruindo dos seus benefícios, sem se importar de onde vêm, e tendo o “carnaval e o futebol”, então está de bom tamanho. O resto não tem importância, contanto que tenha no seu “panem et circenses”. Mata-se por isso. A vida humana tem apenas o valor para se continuar a usufruir esses agrados oferecidos para a sociedade em geral. Para que trabalhar, se, roubando ou matando se consegue o “panem et circenses”? Princípios morais e éticos não enchem a barriga, muito menos dão acesso ao circo. Cabem muito bem aqui as palavras do Cristo: “Ó raça incrédula até quando vos hei de suportar”? Na grande realidade, estamos sendo vítimas e criadores de nosso próprio infortúnio.


Faccio Miguel

Mensagens : 452
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 15

Mensagem  Faccio Miguel em Sab 1 Dez 2018 - 8:37

05/12/2016
Insondáveis são os mistérios que desfilam à nossa frente. Sabemos muito bem que, assim como os milagres, mistérios não existem. Apenas nossas capacidades intelectuais não conseguem alcançar a profundidade do conhecimento para entendê-los. Fazendo uma pequena comparação, seria uma situação análoga a uma criança de cinco anos decifrar uma equação algébrica que somente é estudada nos cursos superiores de matemática. Para as crianças de hoje, até pode aparecer alguma que consiga. Tanto os mistérios como os milagres são consequências, embora as igrejas juram de pés juntos que são reais. Até podem ser, mas a causa que os originou não é de forma alguma aquilo que julgam ser. Os milagres são as consequências de nossas criações. Criamos a condição e o universo apenas executa essas criações, que são resultado de nossos pensamentos, palavras e obras. Os mistérios também são criações das Divindades com o objetivo de acelerar o desenvolvimento espiritual do ser humano. Os mistérios deixam de ser no momento em que o intelecto humano passa a entendê-los e intelectualizá-los. Quanto mais avançamos em nossa evolução espiritual, menos mistérios encontramos aguardando sua intelectualização.


Faccio Miguel

Mensagens : 452
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 15

Mensagem  Faccio Miguel em Dom 2 Dez 2018 - 10:07

06/12/2016
As pedras e os espinhos encontrados no caminho que temos que percorrer nesta existência terrena, com certeza fomos nós mesmos que as criamos, quando habitamos outros corpos, no passado. Isso precisamos entender muito bem. De sã consciência, não podemos acusar quem quer que seja por elas se apresentarem agora à nossa frente. No livro “Conversando com Deus”, Ele diz: “Deus apenas observa”. Em outra passagem diz também: “O universo tira uma xerox de nossos pensamentos e os devolve”. Aqui está a chave da questão. O pensamento, no astral, cria forma. Essas criações sempre retornam a quem as criou, em forma de carma (pedras e espinhos) ou se acoplam a outras criações e surgem no mundo físico, em forma de inventos. Albert Einstein dizia que “Quando precisava criar alguma coisa ia dormir”. Era a sua forma de se conectar com criações existentes no astral que complementasse aquilo que sua mente estava procurando. Nada cai do céu, talvez com exceção do maná, que alimentou o povo Judeu por 40 anos. Como, também, nada surge por acaso. Os nossos pensamentos é que criam a cama onde vamos dormir, pode ser de pregos, de pedras, de espuma e talvez até de nuvens.

Faccio Miguel

Mensagens : 452
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 15

Mensagem  Faccio Miguel em Seg 3 Dez 2018 - 8:41

07/12/2016
Precisamos estar conscientes de que nossa vivência aqui no planeta, não é um mero acaso, como, também, não é um mero acaso a nossa existência. Se seu pensar é dessa forma, diríamos que somos um excremento da natureza, ou então o seu Deus deve ser muito pequeno. Um Deus que age de acordo com seu tacanho entendimento da vida, da existência e da nossa participação no universo, nem merece ser chamado de Deus. Dizia o filósofo Shakespeare: “Existe muito mais coisa entre o céu e a Terra do que pensa a nossa vã filosofia”. Somos muito apegados à nossa pequenez que ainda acreditamos que, ao criar a Terra, Deus pôs um céu um monte de lanterninha para alegrar nosso olhar à noite. A nossa capacidade racional não vai além da sola de nossos pés. Pensamos com os pensamentos transmitidos, especialmente as religiões, há 6, 7 ou mais séculos atrás, onde o entendimento de quem recebia os conhecimentos, comparativamente a hoje, não passava de 3 a 4 anos de idade. O pensamento evolui, as ciências dos homens evoluem, as informações sobre as lanterninhas penduradas no céu se tornaram imensamente avançadas se comparadas há um século atrás. Somente o pensamento, especialmente das religiões, continua preso a conceitos de outrora.

Faccio Miguel

Mensagens : 452
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 15

Mensagem  Faccio Miguel em Ter 4 Dez 2018 - 8:38

08/12/2016
A vida não tem princípio e nem fim. É muito real a afirmação da Física que diz: “Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”. Essa realidade é inconteste, não só para a Física, mas para tudo o que existe. O ser, em qualquer um dos reinos, pode morrer, porque os elementos que o compõem desagregam-se, voltam à sua origem, eles não desapareceram. Apenas a vida que os unia, trocou de posição. Saiu daqui e ressurgirá ali, porque a vida não termina. Tal como o grão de trigo, que perdeu a planta que o gerou, mas continua com o poder (vida) de gerar outro pé de trigo igual ao que lhe deu origem. A vida continua em outro pé de trigo, porque a vida não se extingue. Fato semelhante acontece com o ser humano, com a morte do corpo (desagregação dos elementos que o compunham), a vida continua no espírito, alma, essência, Atman, como queiram. A vida se escondeu dos olhos físicos, mas continua no aguardo de se estabelecer novamente em um corpo físico, porque a vida não morre. Está certo o enunciado espírita: nascer, morrer, renascer sempre, tal é a lei.

Faccio Miguel

Mensagens : 452
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 15

Mensagem  Faccio Miguel em Qua 5 Dez 2018 - 8:44

09/12/2016
Hoje li uma mensagem que fala que há dez dimensões. A primeira seriam os minerais. A segunda, os vegetais e a terceira os animais. A quarta, o astral e a quinta, a alma. Em nossas sessões de Terapia Holística, com a presença de ARIOM (espírito de altíssima luz que quando apareceu pela primeira vez a terapêutica/médium não conseguia abrir os olhos), KRYOM (espírito responsável pelo recebimento dos desencarnados no Hospital São Francisco de Assis, no astral no Rio Grande do Sul) e mais doze espíritos que faziam parte da equipe de trabalho. Quando perguntei a eles quais seriam a primeira e a segunda dimensão, eles também nunca tinham se perguntado sobre isso, e após uma troca de informações entre ARIOM e KRYOM, disseram: “A primeira dimensão é o criar, a segunda dimensão é a manutenção, a terceira já é a consciência o início da evolução consciente. Fomos informados, também, que por ora há 26 dimensões de evolução. Recebemos representantes da décima primeira, décima segunda e o representante do reino vegetal. A dimensão sempre corresponde à evolução do espírito e essa evolução o coloca em um planeta ou espaço, também na evolução em que se encontra o espírito. Assim, a matéria também evolui. Isso corresponde à capacidade de vibrar em uma faixa energética superior. É como diz a lei da Física: “Na natureza nada se perde, nada se cria, tudo se transforma”.

Faccio Miguel

Mensagens : 452
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 15

Mensagem  Faccio Miguel em Qui 6 Dez 2018 - 8:42

10/12/2016
A evolução é progressiva. Em todos os níveis evolutivos, ela segue a mesma trajetória. Não faz saltos. Progride na assimilação de novos conhecimentos e sua experienciação. Precisamos entender que a cada reino ou classificação dos seres, os conhecimentos são próprios. Não é possível impingir o conhecimento de um reino em outro, bem como a experienciação deles. Todos os seres, em todos os reinos ou classificações, são parcelas da Divindade em sua própria evolução, e todos buscam evoluir até alcançar a perfeição dentro de seu grupo, para então ascensionar a um reino superior. Então, recomeça a evoluir a partir da plena simplicidade e ignorância para alcançar pelo seu próprio esforço o mais alto grau de desenvolvimento possível dentro daquele reino. Em cada reino, a evolução e secundada pelo conhecimento, que surge, ou é retirado o Véu de Secreto, conforme for absorvendo o conhecimento anterior. É preciso deixar bem claro que, como partículas da Divindade, todos os seres têm em seu DNA todo o conhecimento, que paulatinamente é desvelado conforme o ser evolui, para assim acelerar a sua evolução. A retirada do Véu de Secreto sobre o conhecimento é feito por duas Chaves de Luz. Uma do próprio ser, pela sua evolução e a outra vinda do Sol Central da Galáxia e ambas liberam o circuito do DNA, onde está o conhecimento a ser liberado.

Faccio Miguel

Mensagens : 452
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 15

Mensagem  Faccio Miguel em Sex 7 Dez 2018 - 8:35

11/12/2016
Todos merecem o seu salário. Quando encarnados, muitas vezes não recebem um salário digno, e outros usurpam, se locupletariam com a remuneração indevida. Mas, ao se tratar do salário do espírito, isso não acontece, pois todos receberão até o último centavo. Não podemos transferir para o espírito as mesmas condições que o corpo físico. Ambos são regidos por Leis próprias, mas não aplicadas da mesma forma. O corpo muitas vezes está a sofrer as consequências das criações do espírito, em vidas anteriores, mas que ele sofre junto com o corpo. Precisamos entender uma coisa: a matéria não sofre, porque o sofrimento, as sensações, as dores, tanto físicas como morais, são do espírito. O corpo é formado por miríades de miríades de átomos e quem os aglutina é o espírito. Este é o responsável pelo funcionamento do corpo e com isso é ele que sente suas dores e necessidades. Caso contrário, após a saída do espírito, na morte, o corpo poderia ainda sentir dores. Isso não acontece porque quem as sofre é o espírito, que recebe, assim, o pagamento pelas suas obras.

Faccio Miguel

Mensagens : 452
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 15

Mensagem  Faccio Miguel em Sab 8 Dez 2018 - 10:04

12/12/2016
Há informações falsas espalhadas pela maioria das religiões, atribuídas todas a Deus. Deus dá, Deus tira, Deus beneficia alguns e castiga a outros, Deus julga e condena seus próprios filhos ao fogo do inferno. Está sempre de olho em cada ser humano para ver suas safadezas e anotar num caderninho para depois julgar. Isso tudo é resultado da ignorância que foi se alastrando pelo seio da humanidade, causando uma intelectualização falsa da Divindade e atribuindo-lhe tudo o que acontece no planeta. Deus tem muito mais coisas a fazer do que ser um cão de guarda dos humanos. No livro “Conversando com Deus” há uma frase em que Deus diz: “Deus apenas observa”. Essa é a grande realidade. Deus estabeleceu as Leis que regem o universo, as individualidades e as coletividades. Quem as infringir terá que ressarcir. Quem as cumprir terá o seu merecimento, a sua evolução. O que acontece às individualidades ou às coletividades é única e exclusivamente consequência das suas criações. Aquilo que o pensamento, quer seja individual ou coletivo, lançar no universo, esse criará aquilo que foi pensado e suas consequências retornará para quem as criou, a quem emitiu o pensamento. Não é de se estranhar a situação em que vive o planeta e seus habitantes. Há um ditado que diz: “Dize-me com quem andas e te direi quem és”. Dá para acrescentar: “Examina os teus pensamentos e saberás como vives”.


Faccio Miguel

Mensagens : 452
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 15

Mensagem  Faccio Miguel em Dom 9 Dez 2018 - 9:55

13/12/2016
No decorrer da vida terrena, em cada encarnação, muito pouco conseguimos evoluir. A menos os que desde a tenra idade já são direcionados para a exegese, que conseguem avanços bem mais significativos do que o normal da humanidade. O direcionamento do ser para a sua vivência mais ligada com a espiritualidade foi-se desgastando paulatinamente, de acordo mais ou menos com a evolução das ciências humanas, que açambarcou a atenção e os fez esquecer seu objetivo de reencarnação, e, assim, foi facilitando a implantação do materialismo no consciente exterior do ser humano. Isso foi levando ao esquecimento dos responsáveis pela educação das novas gerações de dar a esses pequenos seres princípios e limites, o que lhes possibilitou agiram de acordo com os pendores naturais de um ser iniciante na vida em um corpo físico, a fazer toda e qualquer traquinice sem que houvesse ninguém para os corrigir. Isso facilitou-lhes cada vez mais tornarem-se rebeldes, a ponto de termos que viver como escravos de suas transgressões às leis estabelecidas, dificultando assim para a sociedade impor-lhes um freio. Por isso, a sua própria evolução espiritual vai tornando-se cada vez mais lenta.

Faccio Miguel

Mensagens : 452
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 15

Mensagem  Faccio Miguel em Seg 10 Dez 2018 - 9:08

14/12/2016
O espírito tem a mesma necessidade que o corpo, o alimento. É lógico que não é o mesmo alimento, mas ambos sem o alimento não vivem, vegetam. O corpo enfraquece e o espírito é levado a dormir. Por isso, está com a razão o Buda Gautama, que, após ter provado a continência alimentar do corpo, concluiu que não pode haver um espírito sadio em um corpo débil. Compreendeu a grande verdade da vida: a necessidade de alimentar o espírito e também o corpo, para que o conjunto matéria/espírito seja harmônico. Depois dessa constatação, começou a fazer e a ensinar a seus discípulos que “é preciso andar no caminho do meio”. Se pender demasiadamente para a matéria, o espírito fica débil; se pender demasiadamente para o espírito, o corpo padece. Nada mais justo do que o equilíbrio entre a matéria e o espírito pois ambos se necessitam. Quando os dois são fortes, sua evolução se acelera, tanto a nível material como a nível espiritual. Os romanos há mais de dois mil anos, já entendiam essa correlação quando diziam: “Anima sana in corpore sano”. Embora muitos ainda não dominavam esse conhecimento.

Faccio Miguel

Mensagens : 452
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 15

Mensagem  Faccio Miguel em Ter 11 Dez 2018 - 8:23

15/12/2016
Temos que distinguir as criações do pensamento. Nem todas nos retornam em forma de carma, resgates que temos que fazer. Os carmas e resgates provêm dos pensamentos que são prejudiciais a nós mesmos e aos outros. Somente estes se tornam algozes de nossa própria existência física. Os outros pensamentos, de oração, de fé, de coragem, de auxílio e até os pensamentos emanados na busca de soluções para problemas ou invenções de qualquer coisa, ficam no astral, englobando-se com outros semelhantes e afloram posteriormente como invenções. Os pensamentos que originaram invenções, muito poucos surgiram no mundo físico pelas mãos de quem primeiro criou o pensamento. Geralmente, os pensamentos vão se acumulando até o momento em que alguém consegue captar aquelas criações e as traz para o mundo físico. Aquelas ideias e pensamentos que não surgiram no mundo físico continuam no astral, amadurecendo, acoplando-se a outros até o momento em que tenham condições de serem complementados por alguém. A lei da Física se aplica também aqui: “Na natureza nada se perde, nada se cria, tudo se transforma”.

Faccio Miguel

Mensagens : 452
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 15

Mensagem  Faccio Miguel em Qua 12 Dez 2018 - 10:04

16/12/2016
A diferença que existe entre o mundo material e o mundo espiritual é quase como em uma noite escura, uma luz ligada. A grosso modo, é mais ou menos assim. Aqui, tudo é escondido, até muitos pensamentos não se tem coragem de declinar. A maioria é guardadas em nosso consciente exterior com receio de que alguém possa perscrutá-los. Muitos até dizem que o ser humano é como o gato: “dá o tapa e esconde as unhas”. Poucos são transparentes como o vidro. Para muitos, se o espelho refletisse seu interior, fugiriam assustados. Seus atos são escondidos e disfarçados. O mesmo não acontece do outro lado da vida, lá, tudo é claro e visível, isto é, aquilo que se é está estampado na face. Os pensamentos não podem ser escondidos, pois são a comunicação dos seres espirituais. Os pensamentos de cada ser ecoam pelo universo como o ribombar do trovão. Não há como escondê-los. Aquilo que se é, está expresso na luz que se esparge do espírito. Lá, dá para dizer “eu sou aquilo que sou”. Cada um é aquilo que é, não há como mascarar, nem esconder o lobo com pele de ovelha. Na vida após a vida, o que vale é aquilo que se é, a luz que cada um emite é que o identifica.

Faccio Miguel

Mensagens : 452
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 15

Mensagem  Faccio Miguel em Qui 13 Dez 2018 - 9:04

17/12/2016
A instabilidade dos habitantes do planeta, a irreverência de pessoas com mando, a inconsciência de povos inteiros, as ações e as reações de governos com essas realidades está levando, talvez, à destruição da raça humana terráquea. Um não admite que o outro tenha suas opiniões, sua forma de pensar e agir porque contrapõe a seus insanos princípios. Não admitem que os outros pensem de forma diversa à sua. Preferem um país inteiro destruído a dobrar a sua insana personalidade para que haja uma convivência harmoniosa de irmãos de sangue e de pátria. Que raça é essa que se considera a onipotente nessa terra, ou o orgulho de todos a seus pés é maior que uma convivência harmoniosa entre irmãos? Somos uma raça gregária. Precisamos conviver em comunidade. Isoladamente, seremos déspotas, escravizadores e espoliadores de tudo o que pertence ao grupo. Unidos seremos fortes, não pelas armas, mas pelos princípios, pelas realizações, pelo engrandecimento do pensamento, que por sua vez transforma o ambiente em que se vive, a Terra que é nosso lar, mas não nos pertence, pois, quando a morte vier reclamar nosso corpo, ela não irá junto com o espírito para o outro lado da vida. A Terra é nossa mãe, não é nossa propriedade.

Faccio Miguel

Mensagens : 452
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 15

Mensagem  Faccio Miguel em Sex 14 Dez 2018 - 8:52

18/12/2016
Durante a exuberância da vida física a preocupação com a vida espiritual é esquecida. Levamos a nossa existência como se tudo fosse um mar de rosas. Não zelamos pela saúde, não nos preocupamos com o amanhã, queremos apenas usufruir. Os pequenos percalços que acontecem são facilmente esquecidos. O espírito, será que tem mesmo? Mas quando o peso dos anos, a decrepitude da saúde, as dificuldades físicas e as doenças começam a aparecer, então correm às igrejas, fazem novenas, fazem promessas e rezam para todos os santos. É bem como diz um antigo ditado popular: “Só se lembram de Santa Bárbara quando troveja”. Essa é normalmente a concepção do ser humano. Esquecem-se de que a vida é uma sequência lógica e harmônica. Especialmente, a vida do espírito não faz saltos, sua progressão é lenta embora sequenciada, sempre continua no ponto em que parou. Por isso a importância de alimentar o espírito desde a mais tenra idade. É a partir desse momento que, diária e sequencialmente, se alimenta o espírito, e ele retribui mantendo o perfeito funcionamento do corpo, pelo qual é responsável, e lhe é o instrumento para agir e interagir na matéria densa.

Faccio Miguel

Mensagens : 452
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 15

Mensagem  Faccio Miguel em Sab 15 Dez 2018 - 9:01

19/12/2016
O esforço sempre é recompensado. Tanto ao nível da matéria como ao nível do espírito. O esforço precisa ser constante e persistente. O esforço de um momento não é suficiente, precisa ser continuado. Quando não for, é interrompido, a conquista pode estar a um passo da vitória. Muitos grandes projetos não deram certo pela desistência a um pequeno tempo da vitória. Isso se aplica mais aos projetos relativos à matéria, porque os projetos relativos ao espírito já estão fixados no DNA do espírito e são de longo tempo. O tempo de vida de um corpo físico pode representar pequena parcela na vida de um espírito. O parâmetro da matéria é curto, ao passo que o parâmetro do espírito é a eternidade. O parâmetro da matéria é apenas servir de instrumento para o espírito agir e interagir na matéria densa, ao passo que o parâmetro do espírito é tornar-se Mestre Ascenso, que é a coroação de todo o seu esforço pelo desenvolvimento espiritual. Ambos, a matéria e o espírito sempre estarão ligados, pois ambos se necessitam para completar as suas evoluções. O espírito, para ascensionar e a matéria, neste momento, acompanhará o espírito. Aquilo que aconteceu com Jesus está reservado a todos os espíritos humanos quando estes alcançarem a evolução plena.

Faccio Miguel

Mensagens : 452
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 15

Mensagem  Faccio Miguel em Dom 16 Dez 2018 - 10:06

20/12/2016
A felicidade não é deste mundo. O que temos aqui na Terra são fragmentos de felicidade; alguns, pelo prazer de usufruir alguns momentos patrocinados pelos bens materiais; outros ocasionados por eventos esporádicos da vida, e que não são permanentes, como o nascimento de um filho, algum tempo antes e algum tempo depois, mas também não é permanente. Não podemos esquecer que nosso planeta é um planeta de provas e expiações, portanto, sujeito a todas as contrariedades inerentes a essa condição. Muito poucos são os que podem usufruir de um tempo maior de felicidade, são aqueles que, já conscientes de que estão no mundo, mas sem ser do mundo. Estão muito mais ligados às coisas do espírito e a matéria não lhes imprime qualquer desejo. Sabem que a matéria é necessária para o espírito poder agir e interagir na matéria densa, para experienciar o conhecimento Divino. Aliado a isso, é a condição de evoluir espiritualmente. Já pode antever a felicidade plena quando em espírito pode volitar pelo universo, usufruindo as belezas da criação e as maravilhas que estão escondidas aos olhos da carne. Em síntese, a felicidade plena está na conquista da evolução espiritual.

Faccio Miguel

Mensagens : 452
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 15

Mensagem  Faccio Miguel Ontem à(s) 8:55

21/12/2016
A encarnação é quase como que a visita a um país estranho, que não se conhece a vida, a língua e os costumes. Leva-se um bom tempo até acostumar-se à nova situação. Na descida do espírito ao planeta Terra, a situação é quase a mesma. Nasce-se na plena simplicidade e ignorância. Precisa-se de um longo período de dedicação exclusiva da mãe, começa a tatear as coisas que estão a seu alcance, leva tudo o que pode pegar à boca para sentir-lhe o gosto. Quando começa a caminhar, mexe em tudo, pois tudo lhe soa como estranho. Vai aprendendo com o tempo que não pode mexer em certas coisas porque queima ou dá choque. Assim inicia seu aprendizado para, depois de 15, 18 ou 20 anos, tornar-se dono do próprio nariz. É antes desse momento que os responsáveis pela sua educação e desenvolvimento precisam impor-lhe regras, princípios e limites para que, após seu voo individual pelos limites de seu universo, não venha a sofrer por desconhecer ou não respeitar os limites, regras e princípios da sociedade onde está inserido e assim tenha que ser penalizado por algo que deveria saber e não aprendeu. Quando está acostumado com essa vida, volta novamente ao seu lar espiritual.

Faccio Miguel

Mensagens : 452
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 15

Mensagem  Faccio Miguel Hoje à(s) 8:58

22/12/2016
A saúde ou a doença do corpo físico representam a saúde ou a doença (carma) do espírito. A matéria do qual é feito o corpo físico não pode ser imperfeita. Como também o espírito como tal não pode ser imperfeito. Caso o fossem, Deus não seria Deus, pois teria criado algo imperfeito. O corpo, como instrumento do espírito, sofre as consequências daquilo que o espírito precisa resgatar, pois o resgate é sempre do espírito, que em outro corpo infracionou a Lei, e toda a infração precisa ser quitada. No momento em que a for, seu novo corpo não terá mais aquela carga a carregar. O ser humano facilmente se pergunta: não fiz nada de errado, por que tenho que pagar algo que outro cometeu? A resposta é simples; teria culpa o motor de um carro por ter ultrapassado o radar com o dobro da velocidade estabelecida? O responsável é o motorista. Se ele comprar um novo carro, a multa ele terá que pagar da mesma forma. A comparação é um pouco simplória, mas dá para intelectualizar a realidade. Temos que ter em mente que o corpo físico é o veículo que o espírito usa para agir e interagir na matéria densa. O corpo por si só não tem vida, ele é apenas um aglomerado de miríades de outras vidas menores e quem lhe dá a vida é o espírito.

Faccio Miguel

Mensagens : 452
Data de inscrição : 28/09/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 23 de 23 Anterior  1 ... 13 ... 21, 22, 23

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum