PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Página 34 de 37 Anterior  1 ... 18 ... 33, 34, 35, 36, 37  Seguinte

Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 34 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (Publit.com.br) - LIVRO 17

Mensagem  Faccio Miguel em Qua 13 Nov 2019 - 8:43

04/09/2017
A incompreensão da vida como um todo leva o ser humano, até, a blasfemar contra Deus quando a morte vem tirar a vida do filho antes do pai. Em primeiro lugar, somos uma individualidade que eventualmente está em certa família, e isso não é por acaso. Precisamos nos conscientizar de que neste mundo estamos de passagem, apenas fazendo um curso de ascensão, de evolução, de aprendizado das palavras do Cristo: “Vós Sois Deuses”. Cada um tem um projeto a executar e este é individual, os que participam de sua estada nesta escola são meros coadjuvantes nesta empreitada evolutiva que empreendemos, sempre na busca da própria evolução. Comparativamente, poderíamos dizer que a morte do corpo é uma viagem e que logo ali adiante nos encontraremos novamente, porque a morte não é o fim, é apenas uma etapa da vida. O que seria se o pé de trigo não morresse? Não teríamos pão. Se o grão de trigo não fosse lançado na terra? Não produziria mais sementes. Sem mais sementes, não teremos mais pão. Somos semelhantes ao grão de trigo, precisamos nascer, crescer, morrer e novamente renascer para poder evoluir. O bom dessa história é que sempre nos reencontraremos e, com certeza, melhores. É só voltar da viagem para repassar aos amigos o resultado do aprendizado. É lei da vida. É lei da natureza é assim que podemos evoluir.

Faccio Miguel

Mensagens : 792
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 34 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (Publit.com.br) - LIVRO 17

Mensagem  Faccio Miguel em Qui 14 Nov 2019 - 8:39

05/09/2017
Nas nossas andanças pelo planeta, corremos atrás de objetivos pré-determinados na nossa programação de reencarnação. Já sabemos quais são, pois muito estudamos os ensinos de Jesus, especialmente aquele que diz: “A semeadura é livre, mas a colheita é obrigatória”. Temos que colher os frutos de nossas plantações de vidas passadas, quando não da própria vida. Outro objetivo que está escondido da grande maioria dos conhecimentos religiosos é que “estamos no corpo físico para experienciar os conhecimentos Divinos, para que Deus possa conhecer-se como é”. Deus não pode experienciar-se, por isso utiliza parcelas Suas que estão encarnadas. Podemos até afirmar que existe um outro objetivo que está muito mais escondido, por ora, do conhecimento humano. Precisamos estar cientes de que cada ser criado tem sua Contraparte Divina. O ser humano costuma dizer: “a outra metade da laranja”. Afirma-se isso quando há dois seres, independentemente de sexo, porque o sexo é apenas uma atração animal. Os seres imateriais possuem a energia criadora/regedora do Deus Uno Pai/Mãe. Este encontro, um dia, se efetuará, porque isso também está no DNA de cada ser. O sexo, podemos dizer, para o espírito, é apenas um acidente de percurso. Ele precisa experienciar todas as facetas da atividade humana. Assim, suas andanças pela matéria complementam todas as suas necessidades com o maior de seus objetivos, evoluir espiritualmente. Como diz Jesus, “Sede perfeitos como perfeito e nosso Pai que está nos céus”.

Faccio Miguel

Mensagens : 792
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 34 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (Publit.com.br) - LIVRO 17

Mensagem  Faccio Miguel em Sex 15 Nov 2019 - 8:29

06/09/2017
De certa forma, até fica engraçada a situação do ser humano em relação ao universo. Precisamos entender que, no universo, tudo está correlacionado. Um depende do outro. Até se pode dizer melhor: um complementa o outro, embora, cada um seja uma vida independente. Com relação ao ser humano, que detém uma vida, um espírito, uma essência um pouco mais desenvolvida que os reinos mineral, vegetal e animal, a coisa se processa mais ou menos da mesma forma. Com relação ao corpo físico, este é a aglomeração de miríades de átomos, os mais diversos, que abandonados pela essência que os mantém, voltam à sua origem. Se vermos pelo lado da essência, do espírito, então, somos uma individualidade dentro de uma multiplicidade. Como individualidade, depende dele a sua evolução, a busca de seu objetivo impresso em seu DNA, que é a mestria. Mas está mergulhado dentro de uma multiplicidade onde todos participam para que a individualidade consiga a sua evolução espiritual. Do outro lado da vida, na vida após a vida, essa individualidade reconhece, sabe e aplica o “Somos Todos Um”. Assim como os mais diversos átomos do corpo, um colabora com o outro no seu bem-estar, bem como cada individualidade colabora para que Deus possa experienciar-se e reconhecer quem é.

Faccio Miguel

Mensagens : 792
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 34 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (Publit.com.br) - LIVRO 17

Mensagem  Faccio Miguel em Sab 16 Nov 2019 - 9:22

07/09/2017
“Há muitas moradas na casa do meu Pai”, palavras de Jesus que também precisam ser mais bem intelectualizadas. Recém nossa cabeça está conseguindo intelectualizar, embora, ainda com muita dificuldade de aceitar, novos conhecimentos, essa grande realidade expressada por Jesus. Se há muitas moradas, mesmo na terceira dimensão, imagina agora essas moradas multiplicadas por 26, que são as dimensões evolutivas para o espírito humano. Se já aqui na terceira dimensão o ser humano tem demonstrado a sua grande capacidade criadora, mesmo, sem se dar conta de que seu pensamento é que cria o universo que o rodeia, como seria, se estivesse consciente deste que é o mesmo poder do Deus Uno Pai/Mãe, que lhe foi dado no momento de sua criação como individualidade consciente? Muitos homens que passaram pela Terra possuíam essa consciência e agiam de acordo com ela. Jesus e Begawan Sathya Sai Baba foram homens assim. Muitos outros, embora não o demonstrassem, possuíam essa consciência. Sai Baba inclusive dizia: “Eu sou Deus e você também é, eu sei que você precisa sabê-lo”. Com essa consciência, deixa-se de lado as necessidades materiais, porque perdem sua importância e se avoluma dentro do consciente exterior essa certeza e o entendimento das palavras de Jesus: “Eu e o Pai somos um”. Precisamos imbuir nossa mente de que Deus está em tudo e tudo é Deus, porque Ele mora e comanda do átomo à galáxia.

Faccio Miguel

Mensagens : 792
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 34 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (Publit.com.br) - LIVRO 17

Mensagem  Faccio Miguel em Dom 17 Nov 2019 - 9:56

08/09/2017
No retorno do espírito ao mundo espiritual, ele vai para onde o põe seu peso específico, isto é, a sua evolução. Talvez possa passar por um período de instabilidade devido ao choque de retorno, tal qual acontece quando ele vai encarnar que lhe é retirado progressivamente a sua memória e a consciência de quem é, ultrapassado esse período de adaptação, pois perdeu o seu cordão umbilical, o cordão de prata, que o prendia à matéria. Quando espiritualizado e o consciente exterior o auxilia enquanto no corpo, então essa adaptação será curta e se localizará onde o põe a sua evolução espiritual. Um dos grandes empecilhos ao espírito é quando o consciente exterior de seu instrumento for demasiadamente apegado à matéria, às coisas materiais. Nesse caso, sua adaptação será longa, até que perceba que nada mais de material lhe pertence e então pede socorro a Deus, que os socorristas do espaço imediatamente o recolhem para um Hospital Espiritual, onde receberá todo o tratamento de que necessita para o seu reequilíbrio, pois, tanto ele como todos, são filhos de Deus e fazem parte do “Somos Todos Um”. É o filho pródigo que retorna ao lar.

Faccio Miguel

Mensagens : 792
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 34 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (Publit.com.br) - LIVRO 17

Mensagem  Faccio Miguel em Seg 18 Nov 2019 - 8:34

09/09/2017
Há a necessidade de o ser humano conscientizar-se de que ele é o criador de seu mundo. Tudo o que se refere a cada um teve o dedo, ou melhor, o pensamento, a palavra e a obra de um corpo usado pelo espírito em vidas passadas. É sobre isso que se estabelece a nossa vida atual. Somos o resultado das criações de nosso espírito, que, em última análise, é responsável pelas criações do consciente exterior do corpo físico. Há muitas passagens do Evangelho que atestam essa correlação entre os atos e as consequências das atitudes dos homens. Só para relembrar: “Pedro guarda tua espada”, “A semeadura é livre” e muitas outras passagens mais, que se poderia lembrar aqui, testificando que aquilo que hoje fizermos, amanhã receberemos os bônus ou teremos que ressarcir os seus débitos. Essa consciência está muito longe de estabelecer-se no consciente exterior desta humanidade. A maioria das civilizações está aí, embora, haja também aqueles que já se libertaram da escravidão que a matéria e as coisas materiais estabeleceram no consciente exterior dos humanos, dominando-lhes os atos e os fatos, que os impedia de ver nossa realidade dentro de um corpo físico, que é apenas um veículo temporário para uma viagem de estudos e experienciações, por ora, no planeta Terra, amanhã, tomará outro veículo e irá buscar sua evolução em outro planeta. Assim, de viagem em viagem, vamos complementando também a nossa evolução espiritual, para adquirir a nossa mestria.

Faccio Miguel

Mensagens : 792
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 34 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (Publit.com.br) - LIVRO 17

Mensagem  Faccio Miguel em Ter 19 Nov 2019 - 8:11

10/09/2017
Aquilo que atribuímos a Deus, o criador do universo, sempre está com o endereço errado. Embora Deus, o criador, na sua onipresença, onisciência e onipotência possa fazê-lo, mas Ele, na sua onisciência, passou a responsabilidade ao ser humano quando fomos criados como uma individualidade consciente. Transferiu-nos o poder criador/regedor através de nosso pensamento, portanto, tudo o que nos acontece, tudo o que se refira à nossa individualidade e ao nosso mundo, precisamos endereçar tudo ao Deus que mora dentro de nós mesmos. Em vista disso, precisamos mudar o endereço de nossas reclamações contra a natureza e a vida. Apesar de estarmos experienciando o conhecimento Divino, mesmo sem o saber, não quer dizer que estejamos isentos da responsabilidade sobre nossos atos. O homem criou em seu redor toda a sorte de desarmonias contra a natureza e contra si próprio, depois, quando tiver que resgatar essas desarmonias, credita a outros a responsabilidade por elas. Recebemos um planeta harmônico, onde tudo funcionava perfeitamente, mas a ganância, a busca do lucro fácil, fizeram o ser humano esquecer que nada lhe pertence, nada poderá levar para o outro lado da vida, a menos aquilo que aglutinou em seu espírito, a evolução ou o carma. Tudo o mais pertence ao mundo e se algo recebemos o foi por empréstimo, do qual teremos que prestar contas.

Faccio Miguel

Mensagens : 792
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 34 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (Publit.com.br) - LIVRO 17

Mensagem  Faccio Miguel em Qua 20 Nov 2019 - 8:27

11/09/2017
A humanidade está experienciando um pouco a desarmonia que está causando ao planeta. Pode-se dizer que em todo o planeta está quebrada a harmonia da natureza. Recebemos um Jardim do Éden e estamos transformando este belo planeta azul em um deserto. Pela devastação que se acumulou por algumas dezenas de milhares de anos; retirando sua proteção que as matas lhe proporcionavam; poluindo seu sangue, as águas, dos rios e dos mares; transformando tudo em um depósito de lixo, o pior excremento que uma humanidade pode produzir; matando a fauna pelo prazer da caça e ver deitado à sua frente um belo animal que pesa várias vezes o seu peso. Pela irracionalidade de mentes insanas; por filosofias desequilibradas e bitolantes, na ânsia de satisfazer desejos torpes, matam seus semelhantes simplesmente pelo fato de não pensar como eles. A ganância pelo lucro fácil. Tudo isso, dentro de cabeças insanas, está levando a natureza a se vingar de tanta atrocidade cometida em nome de algo que existe e que não lhe pertence. Como diz o ditado popular, “A natureza é sábia, tarda, mas não falha”. É isso que estamos vendo, ciclones com ventos de até 320 km por hora, ao lado de secas sem fim, onde tudo se transforma em combustível fácil para queimadas, que podem surgir até dos raios solares que, batendo em certas superfícies, se transformam em focos queimantes. A camada de ozônio, proteção da Terra, destruída, deixam-nos ao léu e necessitando de protetores solares. Até quando, até quando, Senhor?

Faccio Miguel

Mensagens : 792
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 34 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (Publit.com.br) - LIVRO 17

Mensagem  Faccio Miguel em Qui 21 Nov 2019 - 8:40

12/09/2017
“A messe é grande, mas os operários são poucos”, dizia Jesus. Se naquela época já era assim, hoje podemos considerar muito pior. Naquela época, a produção se restringia ao grupo familiar e pouca coisa se buscava fora. O “modus vivendi” da população não exigia tanto a organização social como hoje. O cotidiano era em torno da família. Hoje, de modo diverso, nada ou quase nada se produz dentro da família, tudo precisa ser buscado fora, ocasionando, assim, propriamente, a desagregação familiar. Hoje, ainda para piorar as coisas, os próprios membros da família não se comunicam, sentam-se lado a lado com seu celular e esquecem de conviver com o grupo familiar. Do jeito que está, logo o ser humano vai esquecer de falar pela falta de utilização das cordas vocais. Essa situação está também sendo a causa da diminuição dos operários da messe, pois sua principal atividade é comunicar, discutir, discernir e perquirir os conhecimentos que esses operários precisam distribuir ao povo, sedento por verdades que se escondem atrás da porta que separa a matéria do espírito. Na falta de operários capacitados, fixam sua atenção em bons falantes, que, apresentando situações irreais, mas recheadas de fantasia, as tornam agradáveis a esses ouvidos ávidos de conhecimento, de tal forma que os bitola dentro da fantasia.

Faccio Miguel

Mensagens : 792
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 34 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (Publit.com.br) - LIVRO 17

Mensagem  Faccio Miguel em Sex 22 Nov 2019 - 8:21

13/09/2017
A necessidade de evoluir espiritualmente é uma condição que já está impressa no DNA de cada ser. A evolução é consequência da experienciação, e fomos criados para experienciar os conhecimentos Divinos, e, desta forma, evoluir, assim, cumprindo as palavras de Jesus, “Sede perfeitos como perfeito e nosso Pai que está nos céus”. A evolução material é consequência da evolução espiritual. Assim como a evolução do conhecimento humano é consequência da dedicação por muitos anos de estudo e especialmente dentro de uma sala de aula. Temos que ter em mente que todo o conhecimento está impresso nos circuitos de nosso DNA e que precisam ser abertos novos, após estudados, aprendidos e vivenciados os anteriores. O aprendizado é uma sequência lógica de conhecimentos que se vai aprendendo no desenrolar da vida. Quem mais se dedicar, mais rápido vai açambarcando os novos conhecimentos e antes consegue alcançar o ápice da dimensão onde está inserido. Assim, o aprendizado nunca termina, mas chegará a alcançar os parâmetros da própria Divindade. A evolução nos traz o conhecimento e a vivência daquilo que Jesus fala, “Vós Sois Deuses”. A evolução também nos dá a consciência daquilo que Sai Baba mais judiciosamente diz: “Eu sou Deus e você também é, eu sei que você precisa sabê-lo”. Desta forma nos tornaremos plenos como Deus o é.

Faccio Miguel

Mensagens : 792
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 34 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (Publit.com.br) - LIVRO 17

Mensagem  Faccio Miguel em Sab 23 Nov 2019 - 9:04

14/09/2017
A dificuldade de comunicação entre os seres humanos é muito grande. Muitíssimos usam subterfúgios ao expressar seus pensamentos, que na grande maioria das vezes não representa o que vai pela sua mente. Isso está se tornando tão usual que não se tem mais condições de avaliar se o que dizem é realmente o que pensam. Sempre se esquivam da verdade de tal forma que não se pode mais acreditar no que dizem. Onde foi parar a palavra do homem? Onde foi parar o tempo em que um fio de bigode representava um selo sobre a palavra dada? Estamos no tempo do não tempo, onde nem a assinatura com firma reconhecida tem valor. Estamos perdendo todo o senso de valores para optar pelo senso da mentira, de ludibriar a boa-fé de poucos que ainda existem por aí. Quanto mais se procura viver na verdade e na responsabilidade, parece que mais se avoluma a “chanha” do lucro fácil, usurpando não só o caráter, mas até a dignidade daqueles que ainda procuram andar no caminho reto. Parece que isso está demonstrando a urgência e a premência de grandes transformações que precisam vir para limpar nosso planeta destes sem caráter e mentes tortas para que possamos cumprir o objetivo de nossa descida à matéria.

Faccio Miguel

Mensagens : 792
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 34 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (Publit.com.br) - LIVRO 17

Mensagem  Faccio Miguel em Dom 24 Nov 2019 - 9:38

15/09/2017
Estamos no mundo, mas não somos do mundo. Estamos aqui só de passagem. Nada do que pertence ao mundo pode ser meu, apenas está à minha disposição e utilização. As coisas do mundo devem servir apenas para manutenção do instrumento que o espírito usa para agir e interagir na matéria. Nosso corpo que pertence ao mundo pode facilmente ludibriar-se com o brilho do ouro e da prata, ficará aqui. Poderá, quando a essência que o habita estiver suficientemente evoluída, acompanhá-la, mas em uma forma quintessenciada, para pertencer não mais ao mundo, mas para o universo. Tudo que for matéria precisará ascensionar para poder pertencer ao universo. A ascensão é resultado do refino da energia do ser, podendo ser material ou espiritual. Quem possibilita esse refino é o consciente exterior do corpo que o espírito está usando. Quando este for obediente aos comandos do espírito, então, esse refino se acelera e diminui o tempo para o espírito chegar à ascensão, quando, então, levará junto seu corpo tornando-se um só. Essa consciência de estar no mundo, mas não ser do mundo, muitas vezes possibilita ser ludibriado por aqueles que apenas julgam serem os donos do mundo, pois a maldade que reina em seus corações não é percebida por aqueles que sabem não ser do mundo.


Faccio Miguel

Mensagens : 792
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 34 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (Publit.com.br) - LIVRO 17

Mensagem  Faccio Miguel em Seg 25 Nov 2019 - 8:58

16/09/2017
O nosso consciente exterior é o maior depositário que possa haver. Nele cabe tudo o que os nossos cinco sentidos conseguem absorver. Tudo é cumulativo, o anterior sempre é base para novos aprendizados. É por isso que é importante que tudo seja analisado, perquirido. O que hoje não for intelectualizado, com certeza, amanhã ter-se-á a solução. Isso tudo nos dois ramos do conhecimento; o conhecimento das ciências humanas e no ramo do conhecimento do espírito. Especialmente a este, deve-se dar especial atenção, pois é dele que surgem os conhecimentos das ciências dos homens. Não poderia um ser humano adquirir vasto conhecimento se a essência que o mantém e sustenta não tiver desenvolvimento suficiente para absorvê-lo. Isso, por um simples fato, que de certa forma é fundamental, porque quem detém o conhecimento não é o corpo, é o espírito. O corpo é apenas um instrumento que o espírito usa para agir e interagir na matéria densa. No momento em que o corpo morre, tudo o que o formavam volta ao informe. Mas, o conhecimento, as aquisições que não sejam materiais, permanecem na memória do espírito e esta memória acompanha-o quando entrar em um novo corpo. No novo corpo, pode manifestar-se imediatamente ou permanecer sobre o Véu de Maya, depende somente da programação feita para a nova encarnação.

Faccio Miguel

Mensagens : 792
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 34 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (Publit.com.br) - LIVRO 17

Mensagem  Faccio Miguel em Ter 26 Nov 2019 - 9:31

17/09/2017
É importante se conscientizar dessa realidade, de que toda a experienciação e todo o conhecimento que o consciente exterior realiza e absorve se agrega ao espírito, que o levará para a eternidade, formando assim a sua evolução. No corpo físico, seu consciente exterior também absorve tudo o que lhe passa pelos cinco sentidos, mas, muita coisa passa desapercebida por não lhe dar atenção, e muitas são esquecidas pela memória. Na morte do corpo físico, tudo aquilo que o consciente exterior aglutinou, se vai junto com o corpo físico. Somente permanece no espírito, que em próxima encarnação pode passar para o novo corpo quando isso convém e for necessário a ele. Para isso, o consciente exterior deverá ser obediente as intuições que recebe do espírito. De um modo geral, tudo aquilo que a criança apresentar, desde a mais tenra idade é resultado daquilo que o espírito é, da evolução que apresenta, embora isso não seja regra, pois depende do projeto de reencarnação elaborado para ele. Se for obediente às intuições recebidas de seu espírito, poderá, no decorrer de sua vida, apresentar as características necessárias para a execução de seu projeto, e, assim, irá demonstrar toda a gama evolutiva adquirida anteriormente. O espírito não regride, pode estacionar, mas seu objetivo é sempre a mestria.

Faccio Miguel

Mensagens : 792
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 34 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (Publit.com.br) - LIVRO 17

Mensagem  Faccio Miguel em Qua 27 Nov 2019 - 9:07

18/09/2017
Enquanto houver essa parcela da humanidade que só quer levar vantagem em tudo, “a lei de Gerson”, como se diz, será muito difícil equilibrar energeticamente a sociedade, ao menos naquela parte onde isso acontece. O ser humano degradou-se moralmente a tanto que não tem sequer o remorso de que o dinheiro que roubou causou a morte de dezenas, talvez mais, de pessoas que necessitavam o atendimento em um hospital. Não se preocupa se as escolas estão caindo aos pedaços ou se as estradas estão intransitáveis. O único interesse seu é locupletar-se, é usurpar o dinheiro, mesmo se roubado da mesa do pobre. São mentes insanas, mais para o lado do canibalismo do que de quem vive em uma sociedade gregária, onde o que é de um é de todos. Isso precisa terminar. Isso é imoral. Isso não é digno de um ser humano, criado à imagem e semelhança de Deus, irmão de todos por criação e possuidor de uma parcela da Divindade que comanda o funcionamento de seu agregado humano. Já deve ter posto essa Divindade, que está dentro de si, a dormir, pois sequer presta atenção nas suas intuições, seus apelos em corrigir-se. A peneira do tempo já está sendo acionada para “separar o joio do trigo”. A limpeza do astral da Terra já foi feita, agora resta a superfície, para que este planeta se torne novamente o Jardim do Éden.

Faccio Miguel

Mensagens : 792
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 34 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (Publit.com.br) - LIVRO 17

Mensagem  Faccio Miguel em Qui 28 Nov 2019 - 8:33

19/09/2017
A virtude já é o primeiro sinal de que o espírito se encontra no caminho do desenvolvimento, como também a desvirtude ou a imoralidade é sinal de inferioridade. A imoralidade, em qualquer de seus sentidos, é a antagonista da virtude. A imoralidade é a ascendência das coisas materiais sobre o consciente exterior, que pode pôr o princípio espiritual que o mantém a dormir, isto é, tirando-lhe toda a ascendência que possa ter sobre o instrumento que usa para agir e interagir na matéria densa. É importante saber que o consciente exterior é moldável, desde a mais tenra idade. A necessidade de dar princípios e limites à criança é de primaz importância, pois a prepara para quando tiver que levantar voo para enfrentar o mundo. Isto lhe dará as âncoras que a mantêm firme em princípios que norteiam a sociedade, e dão estabilidade a um povo. Quando não tiver essas âncoras, nada lhe põe limites, julga-se dono do mundo e todos terão que baixar a cabeça à sua frente. Torna-se avaro, mesquinho e egoísta e quer a todos sob os seus pés. Ao passo que a virtude iguala a todos dentro dos mesmos parâmetros e muitas vezes esconde-se para que os outros possam aparecer. Estes já estão cônscios dos ditames do mundo espiritual, “Somos Todos Um”.

Faccio Miguel

Mensagens : 792
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 34 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (Publit.com.br) - LIVRO 17

Mensagem  Faccio Miguel em Sex 29 Nov 2019 - 8:16

20/09/2017
Assim como a evolução de um ser humano o leva à mestria dentro de sua dimensão, podemos afirmar que há a evolução de uma civilização. Hoje, se torna um pouco mais difícil classificarmos essa civilização, pelo fato de a atual ser globalizada, e, as de mais tempo, três, quatro ou mais séculos atrás, serem localizadas. Estas podiam evoluir isoladamente e alcançar a Idade de Ouro. Apesar de nem todos os seus membros terem conseguido alcançar o mesmo patamar evolutivo. Esta mesma comparação, pode-se dizer, serve para os planetas e os Sistemas Solares, embora suas evoluções sejam diferenciadas da evolução do espírito humano. O seu tempo de maturação é muito mais longo, talvez contando em vários éons de tempo. Não podemos esquecer que tudo evolui, embora as ciências humanas não reconheçam a vida nos seres inanimados, mas eles têm vida, e, como vida, também evoluem. A evolução dos planetas se processa pela sua elevação energética, que, em realidade, contempla todos os seres, ou melhor falando, todas as vidas que os compunham, tanto vidas materiais, como vidas imateriais. As energias que não se coadunam com a nova energia do planeta, serão degredadas, pois, não terão mais condições de coabitarem. Seria como a água e o óleo, não se misturam, e, para que haja harmonia no planeta, todas as energias de quaisquer naturezas precisam complementarem-se.

Faccio Miguel

Mensagens : 792
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 34 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (Publit.com.br) - LIVRO 17

Mensagem  Faccio Miguel em Sab 30 Nov 2019 - 9:00

21/09/2017
Os passos incertos sempre são dados pela nossa ignorância. Quando relativas às coisas materiais, pela falta de conhecimento da mecânica do funcionamento daquilo que se refere à matéria. Quando esses passos são dados nas coisas que se referem ao espírito, podem, também, ser pelo mesmo motivo, o desconhecimento, mas na grande maioria das vezes é por falta de preocupação pelas coisas que são desconhecidas pelo consciente exterior, mas que empiricamente se tem noção de suas realidades, pelo muito que já se ouviu, se estudou e, no entanto, faltou preocupação pela suposta distância que nossa análise a põe. Não fomos preparados para dar a devida importância às coisas do espírito, não estão visíveis nem palpáveis aos nossos sentidos obtusos, por isso, não lhe dão o devido crédito e agimos com indiferença quando se trata das coisas mais importantes de nosso agregado humano, que é a matéria e o espírito. A matéria, por mais cuidado que se lhe tenha, logo ali adiante tornar-se-á pó, pois é dele que é formada. O espírito, embora a pouca atenção que se lhe dá, é o que vai substituir para a eternidade, e não só isso, é também quem dá vida ao aglomerado de átomos que formam o corpo físico. Só por esse fato se deveria dar maior atenção ao espírito, pois ele é que nós somos. O corpo é apenas uma vestimenta transitório que usamos, e quando não nos serve mais, jogamos fora.

Faccio Miguel

Mensagens : 792
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 34 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (Publit.com.br) - LIVRO 17

Mensagem  Faccio Miguel em Dom 1 Dez 2019 - 9:46

22/09/2017
A evolução é uma conquista individual, não importa onde se está inserido, pois ela não depende do ambiente muito menos das individualidades que convivem com o ser. A evolução é a resposta de minhas atitudes, não depende das respostas do restante do grupo. Assim, também, o carma, com a diferença que este pode ser coletivo, quando praticado por várias pessoas. Todos os que participam de um ato insano e imoral precisam resgatá-lo. Não importa o tempo que leve, pode até demorar milênios, mas ele será ressarcido. Precisamos ter em mente que o tempo como conhecemos é exclusividade do planeta Terra. Para o universo, o tempo se restringe ao simples agora. O tempo é apenas uma divisão que o homem fez dos elementos apresentados pela natureza, para poder melhor localizar-se no espaço. O tempo somente interfere em nosso corpo, isto é, na sua matéria, quando passamos pela porta que separa a vida da vida após a vida, lá só há a intensidade daquilo que fizemos, como diz Jesus, “com nossos pensamentos, nossas palavras e nossas obras”. Nada mais que isso. Um dia pode ter a intensidade de um minuto e um minuto a intensidade de um dia. Isso porque o tempo desapareceu e em seu lugar surgiu a realidade de cada ser, como diz Saint Germain em seu livro, “O Livro Alquímico de Saint Germain”, “EU SOU AQUILO QUE SOU”.

Faccio Miguel

Mensagens : 792
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 34 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (Publit.com.br) - LIVRO 17

Mensagem  Faccio Miguel em Seg 2 Dez 2019 - 7:46

23/09/2017
Todo novo conhecimento precisa de mentes abertas para os receber, estudar e aplicar para suas vidas. Se não houver conscientes exteriores com essa característica, o conhecimento nem será liberado. Precisamos ter em mente que todo conhecimento é necessário para a evolução, tanto material como espiritual do ser humano. Em primeiro lugar, para a evolução do espírito, pois é este que é o depositário dos parâmetros necessários para a evolução material. O corpo físico nada pode fazer se não tiver um espírito que o comande, que lhe dê a estrutura do pensamento, da lógica e da análise daquilo que precisa fazer. Autômatos, somente são os animais, mesmo assim conseguem, alguns, ultrapassar os limites do automático, demonstrando que podem e evoluem. O espírito humano, a quem já foi determinado “crescei e multiplicai-vos”, precisa que seu consciente exterior se liberte das presilhas, dos dogmas e comece a crer porque entende, porque sabe, porque pesquisou e porque concluiu a veracidade e a possibilidade de tal conhecimento. Tudo precisa ser estudado e perquirido para poder ser entendido, porque o plano espiritual somente libera conhecimentos para aqueles que têm a capacidade de entender aquela nova realidade que lhe está sendo revelada.

Faccio Miguel

Mensagens : 792
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 34 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (Publit.com.br) - LIVRO 17

Mensagem  Faccio Miguel em Ter 3 Dez 2019 - 8:25

24/09/2017
Aqueles espíritos que ainda não estão depurados, que precisam resgatar débitos de vidas passadas, retornam a um corpo totalmente incapacitados de perceber a real situação do espírito. O Véu de Maya fez a sua parte, desconectando a memória do espírito da memória do corpo físico, chamada de consciente exterior, porque somente lembra e sabe as coisas que se referem às experienciações de seus cinco sentidos, ficando, assim, bitolado ao conteúdo de seu consciente exterior. Quando esse consciente busca melhorar-se, vai quitando seus débitos e então poderá perceber algo que não antevia. A busca, o desejo intenso da melhora, sempre abre caminhos. Podemos dizer que a mesma situação ocorre quando o espírito retorna ao mundo espiritual. Quando ainda há resgates pendentes, geralmente retorna inconsciente de sua realidade e que poderá, paulatinamente, desanuviar a sua memória, sempre proporcionalmente ao seu desejo de melhorar-se. Atualmente, com o surgimento da Rádio Luz, quando o espírito presta atenção às emissões da Rádio, especialmente na retransmissão dos Raios Divinos, e ele os aplica sobre si, com um desejo ardente de melhora, esta transformação poderá ser até instantânea, como temos visto em nossas sessões de Terapia Holística. Precisamos ter em mente que ninguém vai interferir em nosso Livre Arbítrio. Tudo, mas tudo mesmo, depende de cada um. Tudo é uma opção pessoal.

Faccio Miguel

Mensagens : 792
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 34 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (Publit.com.br) - LIVRO 17

Mensagem  Faccio Miguel em Qua 4 Dez 2019 - 8:24

25/09/2017
A grande maioria da humanidade não se preocupa com o planeta. Age como ladrão, que, só quer usufruir e jamais retribui ou devolve ao planeta aquilo de que ele precisa para manter-se em equilíbrio. Destrói tudo o que pode. É bem como diz o ditado popular: “por onde o homem anda, não nasce mais nem grama”. De onde veio essa sina distruidora? Arrasa tudo por onde anda. A ânsia de encher os bolsos o faz perder o equilíbrio. Quando o dinheiro passou a ser a moeda de troca, começou a trocar também o seu bom senso e junto vendeu a sua razão, a sua sanidade, apenas para poder juntar mais ouro e prata. É capaz de vender até a sua alma para ter em suas mãos esse metal tão cobiçado. Não tem importância que destrua tudo por onde passe, contanto que lhe renda benefícios. Se a terra deixa de produzir, torna-se um deserto, irá para outro lugar. O resultado de toda essa insanidade está a se ver em todo o planeta. Secas sem fim. O ser humano não se deu conta de que a chuva primeiro precisa evaporar as águas das matas para depois transformar-se em nuvens e após em chuva. Onde não há mata, não tem evaporação e onde não tem evaporação, não tem chuva. A mata é que renova o oxigênio do planeta e as queimadas o consomem. Dessa forma, logo ele terminará e iremos junto com ele, pois ele é o combustível que faz nosso corpo funcionar.

Faccio Miguel

Mensagens : 792
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 34 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (Publit.com.br) - LIVRO 17

Mensagem  Faccio Miguel em Qui 5 Dez 2019 - 9:04

26/09/2017
Quando o ser humano vai se conscientizar de que ele - dizendo melhor, seu consciente exterior - é o responsável, é o criador de tudo o que lhe diz respeito. O mundo que o rodeia é também responsabilidade sua, ao menos naquilo que o afeta. A parte do mundo que afeta uma coletividade é também responsabilidade dessa coletividade. Você pode dizer: “não cortei nenhuma árvore e vivo em um deserto”. Pode não ter feito isso agora, nesta existência física, mas com certeza em vidas passadas o fizeste. Na melhor das hipóteses, se não fizeste, estás tendo a oportunidade de experienciar mais uma faceta da atividade humana. Em princípio, como ainda somos inferiorizados, estamos resgatando infrações cometidas contra a Grande Lei, mas temos que nos conscientizar de que, ao nos criar como individualidades conscientes, recebemos o poder criador/regedor do próprio Deus Uno Pai/Mãe, que, pelo pensamento, nos torna criadores de tudo o que nos diz respeito e nos torna responsáveis pelas nossas criações. Esse conhecimento, essa consciência, baliza os nossos pensamentos, as nossas palavras e as nossas obras, para utilizá-los exclusivamente no sentido de criarmos a nossa evolução espiritual, para, assim, alcançarmos a nossa mestria, que é o ápice de nossa evolução aqui na terceira dimensão.

Faccio Miguel

Mensagens : 792
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 34 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (Publit.com.br) - LIVRO 17

Mensagem  Faccio Miguel em Sex 6 Dez 2019 - 8:31

27/09/2017
As nossas atitudes formam e demonstram a nossa realidade evolutiva. Para o mundo espiritual, há um axioma: “Eu Sou Aquilo Que Sou”. Apesar de um tanto daquilo que apresentamos ser consequência da malformação de nosso consciente exterior, que não é preparado para ser um bom instrumento do espírito, tornando-se mais um carrasco que soma carmas e débitos à Grande Lei do que um instrumento dócil para que o espírito possa mais facilmente ultrapassar com ganho evolutivos essa escola terrena. A maior dificuldade do espírito está em que não é ele que forma o consciente exterior do instrumento que está usando para agir e interagir na matéria densa. Depende muito mais dos pais ou responsáveis esse início de formação. Depois, vem a escola que precisa preparar o novo ser não só nos conhecimentos das ciências humanas, mas também na vivência em sociedade e na formação do caráter, precisando ser um modelador da personalidade, podando as arestas e polindo o diamante da personalidade, coisas que muitas vezes a família não percebe, porque ela precisa da escola para ultimar a preparação do ser humano para enfrentar o mundo por sua própria conta e risco. Esse conjunto é que dá ao espírito um instrumento azeitado e preparado para bem exercer o seu papel de instrumento do espírito na busca de sua mestria.

Faccio Miguel

Mensagens : 792
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 34 Empty Re: PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Faccio Miguel em Sab 7 Dez 2019 - 9:15

28/09/2017
Ao menos uma parte da humanidade atual encarnada no planeta Terra verá com certeza a grande virada da transformação que o planeta deverá sofrer, pela sua evolução à quinta dimensão. Para muitos, esta foi a última oportunidade de poder se reconciliar com o objetivo de todo o ser criado, que é a evolução espiritual. Em grande parte dos países deste planeta, há muitíssimos seres que, pela sua ignorância, orgulho e mais um monte de defeitos, que não pretendem corrigir, certamente não acompanharão a evolução do planeta para a quinta dimensão. A peneira de separação, como diz Jesus, “do joio e do trigo; dos bodes e das ovelhas”, já está sendo acionada. Muitos dormirão com a morte do corpo e irão acordar em um planeta inóspito e em início de evolução, onde irão recomeçar do ponto zero aquilo que perderam, por terem se deixado levar pelos atrativos da matéria, que muito bem sabe gratificar quem a serve. Mas isso termina no momento em que o espírito ultrapassa a porta que separa a vida da vida após a vida. Momento em que verá que retornou para a Pátria Celeste pior que quando baixou à matéria, pois neste momento descia como um projeto bem elaborado pelo Conselho Cármico e avalizado por si, mas que, deixando-se levar por gozos supérfluos, perdeu a última oportunidade de reconciliar-se com a Grande Lei.

Faccio Miguel

Mensagens : 792
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 34 Empty Re: PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 34 de 37 Anterior  1 ... 18 ... 33, 34, 35, 36, 37  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum