PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Página 39 de 41 Anterior  1 ... 21 ... 38, 39, 40, 41  Seguinte

Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 39 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (PUBLIT.COM.BR) - LIVRO 18

Mensagem  Faccio Miguel em Sab 11 Abr 2020 - 8:52

07/01/2018
O Buda Gautama, depois de muito sofrer, descobriu uma grande verdade: “Andar no caminho do meio”. Dedução das mais lógica e que a humanidade insiste em menosprezar. A toda a criança que se perguntar o que ela quer ser no futuro, prontamente ela responde “quero ser isso ou aquilo”, a profissão que mais atrai. Isso parece ser uma coisa inata no ser humano, a necessidade de evoluir. Pena que ainda não chegaram na dedução do Buda Gautama. Todos, até mesmo na mais tenra idade, sonham com uma profissão rendosa, mas quem leva essa mesma dedução para o verso da medalha, isto é, para as coisas do espírito? Não é porque esteja escondida aos nossos sentidos obtusos que se deva descartar, que não precisa um pouco de nossa atenção também. A humanidade, com raras exceções, só busca as coisas materiais, no entanto a nossa principal atenção deveria estar nas coisas do espírito. As coisas materiais vêm e vão, embora importantes também para a manutenção do corpo que é o que intermedia a ação do espírito na matéria, sem o qual, nada poderia fazer. Enquanto essa dicotomia entre o espírito e a matéria não se extinguir, continuará a dificuldade do espírito em buscar sua evolução, pois seu instrumento não o auxilia porque está demasiadamente preso à matéria.

Faccio Miguel

Mensagens : 893
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 39 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (PUBLIT.COM.BR) - LIVRO 18

Mensagem  Faccio Miguel em Dom 12 Abr 2020 - 9:50

08/01/2018
Milagres, como tal, não existem. Deus, o criador do universo estabeleceu as Leis que regem tudo e todos, do átomo à galáxia, do elemental ao Arcanjo. Como entendem as religiões, o “milagre” seria a derrogação de uma dessas Leis, e que criaria a desarmonia no universo. Milagre, em síntese, é a ignorância da dinâmica com que tudo se concatena a essas Leis e daí surgem os resultados. O milagre só pode ser atribuído a um único Deus, aquela partícula Divina que está no próprio coração. A melhor palavra para substituir “milagre” é criação. Cada um cria os “milagres” de que necessita. A única forma de se conseguir aquilo que se almeja é dando condições ao universo de criá-lo. Porque tudo o que pensamos se cria no outro lado da matéria, no mundo astral, e, em algum momento, retornará a quem o criou e que poderá parecer um “milagre” ou um carma. Jesus dizia: “A semeadura é livre, mas a colheita é obrigatória”. Quando não há vontade intensa de se conseguir alguma coisa e se pede socorro ao mundo espiritual, então, o poder criador do espírito a quem solicitou ajuda, poderá criar as condições para que se realize aquele desejo. O Cristo não fez “milagres”, apenas corroborou com o desejo daqueles que o procuravam com a intenção de curar-se. O Cristo não impôs “milagre” algum a alguém. Ele sempre interveio com seu pensamento para que o universo executasse o desejo daquele ser. Milagre, como tal, não existe. Tudo parte do poder criador de quem deseja e busca.


Faccio Miguel

Mensagens : 893
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 39 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (PUBLIT.COM.BR) - LIVRO 18

Mensagem  Faccio Miguel em Seg 13 Abr 2020 - 9:51

09/01/2018
A incompreensão da realidade da Divindade é que leva o ser humano a diversas interpretações falsas do Ser, que é o responsável pela existência e pela harmonia do universo. Essa falta de conhecimentos e desvio na interpretação dos conhecimentos já revelados, a incapacidade da mente humana de elevar-se um pouco acima do terra-a-terra, a filosofia fixada demasiadamente no umbigo, a inexistência do interesse em estudar - não através das filosofias religiosas, mas das percepções do próprio coração - é que transformam a Divindade em um soberano, doador, cobrador, condenador, sendo que Deus apenas “observa”, conforme Ele diz no livro “Conversando com Deus”. O ser humano quer medir a Divindade com a mesma medida que usa para si. Deus estabeleceu as Leis que regem todas as coisas e as individualidades. Quem infracionar essas Leis, terá que ressarcir, pelo simples fato do que disse Jesus: “não passará nada sem que tudo seja cumprido”. A única forma de conseguir entender a Divindade é despir-se de conceitos e pré-conceitos, porque a intelectualização da Divindade é minha e somente minha, que poderá até divergir de outras intelectualizações, sem que a minha nem a sua esteja errada. Temos que entender que Deus é uma Energia, que se expressa também na matéria, sem ser a matéria; se expressa no espírito sem ser o próprio espírito, agindo tanto na matéria como no espírito com uma partícula sua.


Faccio Miguel

Mensagens : 893
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 39 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (PUBLIT.COM.BR) - LIVRO 18

Mensagem  Faccio Miguel em Ter 14 Abr 2020 - 9:22

10/01/2018
As deduções do ser humano, falando do que está escondido atrás da matéria, geralmente são falsas. Em primeiro lugar, a ciência dos homens não tem parâmetros para analisar, pois se baseia exclusivamente em dados materiais. No entanto, aquilo que está no outro lado da matéria são dados que também estão escondidos, e somente se apresentam àqueles que se dedicam ao seu estudo e entendimento. Mesmo a esses, muito depende da sua evolução espiritual e com a aceitação que o consciente exterior permite seja acoplado ao bojo de suas aquisições. Isso porque a bitola que foi imposta ao consciente exterior não está disposta a dar lugar ao que não cabe dentro do seu campo de análise. Somos demasiadamente suscetíveis e impressionáveis, e somente é certo aquilo que pensamos ou que cabe dentro de nossa análise bitolada. O que está escondido atrás da matéria é tão real como a própria matéria, somente nossa percepção não alcança. Nesse sentido, somos mais ou menos como um cego, que somente tem a percepção de alguma coisa após apalpar e, mesmo assim, terá um conhecimento incompleto, pois os olhos não conseguiram ver nuanças que escapam ao tato. Da mesma forma, as coisas do invisível precisam ser estudadas, perquiridas, buscar o conhecimento que está escondido aos nossos sentidos obtusos, para ao menos tatearmos a verdade enquanto nosso corpo nos impossibilita de estar lá.

Faccio Miguel

Mensagens : 893
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 39 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (PUBLIT.COM.BR) - LIVRO 18

Mensagem  Faccio Miguel em Qua 15 Abr 2020 - 9:33

11/01/2018
Nós fazemos aquilo que somos e aquilo que seremos. Hoje, estou preparando o corpo de minha próxima reencarnação. O que determina meu próximo corpo é o que faço agora com meus pensamentos, minhas palavras e minhas obras. Não teria sentido ser diferente, pois Jesus o afirmou: “A semeadura é livre, mas a colheita é obrigatória”. Em síntese, o que faço nessa vida terei que colher, algumas vezes ainda nesta mesma vida, mas a maioria da colheita é nas próximas vidas na matéria. Isso é líquido e certo, caso contrário, não haveriam tantos problemas para os seres humanos carregarem. Deus não seria justo se eu tivesse que sofrer algum problema que não fui eu quem causou. Nos esquecemos com facilidade aquela lei da física que diz: “A cada ato há um outro lado na mesma intensidade, mas em sentido contrário”. A ciência dos homens decifrou uma lei universal importante, mas não conseguiu ligá-la aos seus pensamentos, suas palavras e suas obras. As leis são universais, tanto servem para a matéria como do elemental ao Arcanjo. Portanto, somos os criadores da nossa próxima encarnação como também da continuação de nosso espírito no mundo espiritual. As coisas do mundo nos fazem isolar-nos do convívio gregário e também retardamos a nossa evolução espiritual, pois precisamos viver o “Somos Todos Um”.

Faccio Miguel

Mensagens : 893
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 39 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (PUBLIT.COM.BR) - LIVRO 18

Mensagem  Faccio Miguel em Qui 16 Abr 2020 - 8:42

12/01/2018
Às palavras de Jesus, “A semeadura é livre, mas a colheita é obrigatória”, dá para acrescentar, ou melhor, entender, ou melhor, perceber, coisas ainda mais profundas do que a sua sentença. No livro “Conversando com Deus”, Deus diz que “nossos pensamentos são criados no mundo astral, e que a palavra é a exteriorização do pensamento e a ação, os atos são a materialização do pensamento”. Aqui, dá para juntar esses conhecimentos com as palavras de Jesus. Poderemos melhor entender que a “semeadura” são os pensamentos, que quanto mais intensa, maior será a criação no mundo astral. A “colheita” é a materialização dessas criações que se exteriorizam como carmas ou inventos para uso da humanidade. Jesus também fala, em João 10:34, que somos “Deuses”, isto é, temos o poder criador e criamos com o pensamento porque com as mãos só podemos criar no mundo físico. O pensamento, como não é físico, cria no mundo astral, o que posteriormente poderá surgir no mundo físico através da ação das mãos, que elaboram na matéria. Há sempre uma correlação entre as palavras de Jesus. Quando ele diz “Não passará da Lei nem um til nem um jota sem que tudo seja cumprido”, refere-se às citações acima, porque a “semeadura” é a “criação” e elas exigem “colher” e “reger” aquilo que foi criado. Só precisamos analisar suas mensagens desprovidos de viseiras que embotam o conhecimento.

Faccio Miguel

Mensagens : 893
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 39 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (PUBLIT.COM.BR) - LIVRO 18

Mensagem  Faccio Miguel em Sex 17 Abr 2020 - 9:02

13/01/2018
Temos uma malformação desde a nossa infância, que se resume em sempre esperar de Deus como doador, milagreiro, beneficiador de uns e castigador de outros. Nos transmitiram uma ideia falsa de Deus. Sintetizando, daria até para dizer que não precisamos fazer nada, é só dar uma “puxadinha no saco de Deus” para se conseguir aquilo que se deseja. Essa malformação nos isenta da nossa responsabilidade de fazer a nossa parte. Esquecemos que somos os criadores de nosso mundo. Temos o poder criador e o poder regedor, que são as heranças recebidas na nossa criação. Criamos tudo o que nos diz respeito, mas somos responsáveis pelo que criamos. É aquela lei da física que diz: “A todo o ato há um outro ato na mesma intensidade, mas em sentido contrário”. Essa lei significa que quem determina aquilo que me acontece sou eu. Deus estabeleceu as Leis que regem o universo e as individualidades e apenas “observa” os resultados daquilo que criamos com o pensamento, as palavras e as obras. Tudo que nos acontece é consequência. Nada nos vem de graça, nada cai do céu e nada aparece por um “milagre”. Tudo é consequência de algo que eu iniciei, e tudo o que eu iniciei precisa ser terminado, precisa ter o seu fim. O fim, muitas vezes, pode ser aquilo que chamamos de “milagres”, outras vezes se materializa em forma de inventos, e na maioria das vezes como carmas que precisam ser quitados ou queimados como Fogo da Chama Violeta.

Faccio Miguel

Mensagens : 893
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 39 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (PUBLIT.COM.BR) - LIVRO 18

Mensagem  Faccio Miguel em Sab 18 Abr 2020 - 9:25

14/01/2018
As dificuldades que encontramos em nosso caminhar correspondem às pedras que juntamos durante nossas vidas anteriores. Essa é uma realidade, embora escondida da análise que fazemos daquilo que entrava a nossa existência física aqui no planeta. Essa dificuldade, cuja origem é escondida dos nossos cinco sentidos, tem a mesma força da causa que lhe deu origem. As leis universais não são bloqueadas pelo tempo, as respostas que elas causam podem demorar, mas elas infalivelmente vêm. Tudo o que fazemos gera uma consequência no astral, e o universo sempre devolve aquilo que atiramos no astral. O tempo, em realidade, não existe, porque ele é apenas uma divisão, um catálogo que o homem criou para poder localizar-se no espaço. O espaço sempre está no presente, no agora. Tudo o que fazemos, tudo o que vivemos, tudo o que criamos é realizado no agora. É no agora que o “ato em sentido contrário” se realiza. Apesar de que aquilo que atiramos no astral seja num tempo passado, se olharmos pelo lado do espaço, foi no agora, porque não existe o tempo no outro lado da medalha. Apesar de os resgates, as pedras no caminho, serem sentidos por outro corpo, mas foi o mesmo princípio espiritual que os criou, que os atirou no astral, e é ele mesmo que irá resgatar, embora seja em outro corpo, em outro tempo, mas é no mesmo espaço.

Faccio Miguel

Mensagens : 893
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 39 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (PUBLIT.COM.BR) - LIVRO 18

Mensagem  Faccio Miguel em Dom 19 Abr 2020 - 10:21

15/01/2018
A paz não se conquista com palavras. O máximo que as palavras podem fazer é formular as filosofias. A paz é o resultado de ação, de atos. As palavras facilmente levam às guerras. A incompreensão, muitas vezes, da forma que as palavras são ditas, apresentam compreensões dúvidas. Ao passo que os atos sempre têm a compreensão exata daquilo que se quer expressar através deles. Apesar de algumas pessoas usarem atos mal-intencionados, eles são facilmente descobertos. A paz é sempre resultado da certeza de boas intenções, e ela sempre congrega a coletividade com vistas ao bem comum. Onde há paz, não viceja a discórdia, a cizânia ou a malquerença. É por isso que precisamos lutar constantemente para espalhar a concórdia, flores por onde se passa, para poder demonstrar, no exterior, aquilo que vai no interior, porque sempre se exala o perfume de nossa essência. Pode-se até afirmar que a condição atual do planeta Terra demonstra exatamente aquilo que vai no interior, ao menos dos que têm poder de mando, que levam todos os seus pensamentos palavras e obras ao encontro das guerras, querendo cada um demonstrar a sua supremacia, mesmo que para isso se destrua até a vida no planeta.

Faccio Miguel

Mensagens : 893
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 39 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (PUBLIT.COM.BR) - LIVRO 18

Mensagem  Faccio Miguel em Seg 20 Abr 2020 - 9:13

16/01/2018
Os espíritos que descem à matéria têm um objetivo específico. Ou vêm para quitar débitos com a Grande Lei ou vêm para auxiliar a humanidade a evoluir. Enquanto não depurados, eles buscam libertar-se das cascas de energia negativa acumuladas sobre o seu princípio Divino, o EU SOU. Não podemos esquecer que nossos pensamentos são criados no mundo astral e essas criações, sua energia, gruda-se sobre o Espírito. As criações negativas precisam ser exorcizadas pelo carma ou no uso do Fogo da Chama Violeta. As criações positivas colaboram na evolução espiritual do espírito. Dá para, em vista disso, tirar uma conclusão muito simples: ninguém cai aqui de paraquedas ou por acaso. Tudo e todos fazem parte de uma programação que poderíamos chamar de: os desígnios de Deus, vontade de Deus. Cada um dos seres criados possui essa programação fixada no DNA, que em síntese representa os desígnios de Deus para cada ser. Cabe-nos pôr o nosso interesse, a nossa perspectiva, na nossa ação na participação destes desígnios Divinos, para que possamos alcançar o mais depressa possível a nossa mestria que é o ápice estabelecido para a nossa evolução espiritual.

Faccio Miguel

Mensagens : 893
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 39 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (PUBLIT.COM.BR) - LIVRO 18

Mensagem  Faccio Miguel em Ter 21 Abr 2020 - 10:10

17/01/2018
Nas nossas andanças pelo planeta, encontramos muitos com quem havíamos nos encontrado em vidas passadas. Quem teve muito pouca influência naquelas vidas continua da mesma forma agora. Pessoas que de alguma forma participaram de nossas vidas no passado poderão continuar agora, com uma interferência limitada, pois não imprimiram grande participação e continuam a vir e ir na mesma intrincada vivência nesta existência. Aqueles que, de certa forma, foram partícipes direta ou indiretamente em nossas vidas, continuam agora, para terminar de polir o diamante de nossa evolução. Os amigos do passado continuam agora. Os inimigos também, mas, regidos pelo Véu de Maya, não nos identificamos, para que, assim, possa-se transformar aquilo que outrora fora ódio, em amor, se não, no mínimo uma vivência pacífica, pois esse é o objetivo do Véu de Maya, esconder os inimigos para possibilitar a transformação das energias que envolvem todos os seres. Ser partícipe das palavras de Jesus: “amar até aos inimigos”, para acelerar a compreensão da grande realidade que há atrás da matéria, que chamamos de mundo espiritual, o “Somos Todos Um”.

Faccio Miguel

Mensagens : 893
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 39 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (PUBLIT.COM.BR) - LIVRO 18

Mensagem  Faccio Miguel em Qua 22 Abr 2020 - 8:57

18/01/2018
Assim como para as coisas materiais, o esforço e o empenho são necessários para que se consiga alcançar um objetivo traçado, ou, no mínimo, não perder o dinheiro aplicado. No mundo espiritual, aquilo que se refira ao espírito também precisa do esforço e do empenho constantes para se evoluir, e isso tudo precisa ser executado na matéria, onde se consegue maior avanço. Quando no mundo espiritual, o espírito também evolui, mas de forma mais lenta, porque tem consciência daquilo que faz, e não tem nada que o impeça, essa evolução é proporcional ao seu esforço e empenho. Quando no mundo físico, o espírito enfrenta quem pode ser seu auxiliar ou seu inimigo, que é o consciente exterior. Este, se permitir ao espírito que use livremente seu corpo para agir e interagir na matéria, mas especialmente se abrir-se às intuições do espírito, possibilitará um grande avanço espiritual ao espírito que o habita. Em síntese, quando na matéria, precisará sempre da concordância do consciente exterior. Essa concordância depende de quanto as religiões e o “modus vivendi” do ser conseguiram bitolar o consciente exterior, quem impedirá ou receberá, de bom grado, tudo o que de novo lhe apareça e acoplará para si aquilo que achar bom.

Faccio Miguel

Mensagens : 893
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 39 Empty Re: PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Faccio Miguel em Qui 23 Abr 2020 - 9:32

19/01/2018
A incompreensão da Divindade atrasa o desenvolvimento espiritual do ser humano. A todo instante, veem-se ou ouvem-se frases que demonstram a total incompreensão desse ser que chamamos de Deus. O têm como um guia a guiá-los pelos seus caminhos. Consideram-no como uma babá que fica segurando sua mão. Consideram-no um milagreiro, que, ao seu bel-prazer, faz um milagrezinho aqui outro acolá e a tantos deixa largados à própria sorte, tendo que amargar uma vida de fome, sede, miséria e uma penúria sem fim. O têm como um provedor de berço de ouro para uns e um travesseiro de pedra para outros. Pela bitola e pelas viseiras que são impostas pelas religiões aos seus adeptos, os impedem de utilizar a razão e a lógica para discernirem a inviabilidade disso que dizem com referência a Deus. Pela não aceitação da reencarnação, em que cada um se torna responsável e terá que ressarcir seus próprios erros e criar para si o seu próprio futuro quando colherá os “frutos das sementes plantadas” e colherá somente aquilo que tiver plantado. Não são capazes de ligar as palavras de Jesus com sua vida. Jesus diz: “A semeadura é livre, mas a colheita é obrigatória”, e, também, “não passará nem um til nem um jota da Lei sem que tudo seja cumprido”. Como o ser humano que age como um insensato quer receber as benesses de Deus, sendo que Deus já lhe deu tudo o que precisava no momento de sua criação como individualidade consciente, onde recebeu o poder de criar, e através dele criar todo o seu futuro.

Faccio Miguel

Mensagens : 893
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 39 Empty Re: PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Faccio Miguel em Sex 24 Abr 2020 - 9:13

20/01/2018
Na sequência da vida do espírito, o período em que ele está encarnado é, como que para o ser humano, uma viagem de estudos em um país distante. A vida do espírito é uma contínua, mas lenta, evolução, não faz saltos. Aquilo que ele acrescenta em seus conhecimentos e evolução nunca lhe será tirado. Os deslizes havidos durante sua encarnação, terão que ser corrigidos, “colher os frutos das sementes plantadas”, conforme diz Jesus, mas isso não interfere em suas conquistas já havidas, apenas corrigirá aquilo que o consciente exterior do seu corpo fez de errado. O espírito desce à matéria para experienciar os conhecimentos Divinos e concomitantemente evoluir. Bem ou mal, a experienciação se fará. As consequências é que determinam o resgate ou a evolução. Em síntese, tudo foi criado e tudo tem que evoluir. Estamos, pela ciência dos homens, acostumados a entender a evolução da vida somente naquilo que nossos cinco sentidos obtusos conseguem perceber, isso nivelado à nossa terceira dimensão, mas nada permanece estacionado em seu berço eterno. Embora não o percebamos, tudo evolui e cada reino tem seu “moto próprio” de evoluir.

Faccio Miguel

Mensagens : 893
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 39 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (PUBLIT.COM.BR) - LIVRO 18

Mensagem  Faccio Miguel em Sab 25 Abr 2020 - 9:40

21/01/2018
Há a necessidade de o ser humano mudar o foco de sua atenção para as coisas que o envolvem e que representam sua maior necessidade aqui no planeta. Pode-se até dizer que a totalidade de seus interesses são as coisas materiais, que não deixam de ter importância, mas não podem ser o único objetivo da atenção do espírito encarnado. Precisa convencer-se de sua dualidade matéria/espírito. Precisa inteirar-se de que, sem o espírito, o corpo não existiria. A partir da fecundação, no ventre materno, o espírito é quem comandou a estruturação do corpo físico. Aquilo que o corpo físico apresenta é o espelho da situação atual do espírito. As cargas que recaem sobre o corpo, desde o nascimento ou que surgem posteriormente, são o reflexo da necessidade do espírito em limpar-se da negatividade que carrega, de suas vidas anteriores. Isso parece de difícil aceitação pelas religiões, que bitolam o consciente exterior dos seus fiéis, impossibilitando-os de aceitar verdades, talvez, muito mais verdadeiras que sua própria teologia. Apesar de os novos conhecimentos serem de extrema importância na compreensão de nossa passagem pela matéria, não é condicionante da evolução espiritual, porque muito bem se pode evoluir espiritualmente obedecendo aos mandamentos, mesmo sem saber de sua existência. Os conhecimentos auxiliam a evolução espiritual consciente.

Faccio Miguel

Mensagens : 893
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 39 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (PUBLIT.COM.BR) - LIVRO 18

Mensagem  Faccio Miguel em Dom 26 Abr 2020 - 10:33

22/01/2018
Nas nossas andanças pela matéria, precisamos experienciar todas as atividades humanas. Essa é uma das condições estabelecidas por Deus quando de nossa criação como individualidades conscientes. A experienciação, em si, não necessita de nosso conhecimento e nem de nossa aceitação. Simplesmente pelo fato de estarmos dentro de um corpo, a experienciação já se realiza. Agora, quando a fazemos de forma consciente, é sinal de que já alcançamos um alto grau evolutivo, porque, aí, fazemos sabendo do resultado e esperando que esse resultado se realize. Precisamos ter consciência de que a energia é sempre a mesma, aquela que cada ser ao ser criado recebeu, independentemente de quem foi seu criador. A energia recebida é composta de duas partes: o poder criador e o poder regedor. Essa energia está em tudo e em todos. Depende exclusivamente de cada ser a forma como irá manipular essa energia. De qualquer forma que ela seja manipulada, o manipulador torna-se responsável por seus resultados. O bem e o mal são manipulados na mesma energia, diferencia apenas para que foi manipulado. O bem e o mal não estão na energia, mas na forma como é usada. De qualquer modo que usamos a energia, estamos experienciando o conhecimento Divino. Os resultados sempre são de quem experienciou.

Faccio Miguel

Mensagens : 893
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 39 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (PUBLIT.COM.BR) - LIVRO 18

Mensagem  Faccio Miguel em Seg 27 Abr 2020 - 9:06

23/01/2018
Todos fomos criados de uma partícula Divina. Isso corresponde a dizer que todos, unidos, formamos a Divindade. Cada ser neste universo é como se fora uma célula do grande corpo que é Deus. Isso parece irreal, mas não deixa de ser a pura realidade. Isso demonstra a grande preocupação dos que estão no mundo espiritual, especialmente aqueles que já se engajaram na grande realidade de “Somos Todos Um”, em auxiliar aqueles que ainda estão presos à matéria, ainda encarnados, elevando-se em suas vibrações, para enquadrar-se, também, nos objetivos da criação de cada ser, que é a evolução espiritual. Os seres que não se preocupam com a vivência harmônica dentro de sua comunidade de vivência são como as células cancerosas e doentes dentro de um corpo físico, trazem a desarmonia. Ao passo que, quando todas as células estão em harmonia, o corpo é saudável. Por isso, a necessidade que cada ser faça a sua parte com relação ao todo, para não tornar-se uma célula cancerosas que desestrutura a relação de conjunto.

Faccio Miguel

Mensagens : 893
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 39 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (PUBLIT.COM.BR) - LIVRO 18

Mensagem  Faccio Miguel em Ter 28 Abr 2020 - 9:12

24/01/2018
A Grande descoberta de todos os tempos foi o uso concomitante de três Raios Divinos, também chamados de Chamas. Isso surgiu por acaso, se o acaso existe, no atendimento de um espírito “Moacir” que havia desencarnado em uma enchente em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro no final de 2009. Esse espírito surge em nossa sessão de Terapia Holística, pedindo ajuda, que estava todo enlameado. Como eu já havia participado de grupo de Apometria, onde se usava a Chama Violeta para limpeza, especialmente de energias negativas; a Chama Verde para sarar curar e a Chama Rosa para harmonizar. Pedi-lhe que mentalizasse uma Chama Violeta sobre a cabeça, e, com o pensamento, a levasse por todo o seu corpo. Após, fizesse o mesmo ritual com a Chama Verde e finalizasse repetindo com a Chama Rosa. Isso foi suficiente para que o espírito se libertasse de todas as sensações da passagem da vida para a vida após a vida. Assim, foi o início de toda a transformação que houve no mundo espiritual, com referência ao uso das Energias Divinas, chamadas de Raios ou Chamas. Isso fez com que os mestres do mundo espiritual criassem o “Projeto Expansão de Luz” para estudar os resultados dessa utilização concomitante das Chamas Divinas. Antes disso, cada dimensão usava o Raio de sua dimensão e, agora, estão todos usando os sete Raios principais da Energia Divina.


Faccio Miguel

Mensagens : 893
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 39 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (PUBLIT.COM.BR) - LIVRO 18

Mensagem  Faccio Miguel em Qua 29 Abr 2020 - 9:22

25/01/2018
As nossas andanças pelo planeta, geralmente, são consequências para a execução do nosso projeto de reencarnação. Pode-se notar, muitos são andarilhos, parece que o universo os empurra para encontrarem aquele ou aquela que complementa a sua necessidade. Hoje, muito mais do que ontem, ao menos para a maioria, busca encontrar o par perfeito, isto é, que lhe complementa em seus desejos. Isso acontece muito, pois o universo conspira em favor daqueles que querem formar laços indissolúveis, embora haja os aventureiros, aqueles que buscam as aparências, e, estes, cedo ou tarde, encontrarão a desilusão. Os grandes encontros estabelecem harmonia, cumplicidade, mesmos gostos e busca de mesmos objetivos, que farão, a cada dia mais próxima, a descoberta de que são almas gêmeas que se completam e se complementam. Os grandes laços se formam assim, quando duas almas se unem para formar um conjunto indissolúvel, e a cada dia redescobrem a beleza da vivência de dois seres criados um para o outro, e que a convivência se encarrega de confirmar e auxiliar a descobrir aquilo que os atrai desde suas criações como individualidades conscientes. Sua imantação é tão grande que no silêncio estabelecem o mais importante diálogo, porque quem fala não é o aparelho fonador, mas o pensamento, que é a língua falada pelos seres que estão no outro lado da matéria.

Faccio Miguel

Mensagens : 893
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 39 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (PUBLIT.COM.BR) - LIVRO 18

Mensagem  Faccio Miguel em Qui 30 Abr 2020 - 8:45

26/01/2018
O Universo é do tamanho que nosso consciente exterior é capaz de absorver. Quando somos capazes de aceitar e analisar novos dados que se apresentam e acoplá-los ao bojo de nosso conhecimento, então o universo vai ser alargando, tornando-se mais amplo, e isso sempre leva a aumentar nossa percepção dos horizontes, não só do universo, mas também dos conhecimentos que advêm dessa aceitação. Para quem julga o universo do tamanho de seu umbigo, certamente os horizontes não passam do diâmetro de sua cintura. Não podemos esquecer a famosa frase de Shakespeare: “Existem muito mais coisas entre o céu e a Terra do que pensa a nossa vã filosofia”. É a grande realidade da humanidade em ignorar aquilo que não consta nos registros de e seu consciente exterior. Esquecem que temos uma lógica, uma razão que ao nosso desejo podem perquirir e analisar outros fatores que por ora fogem ao nosso entendimento. Estamos aqui para buscar o infinito, e nosso consciente exterior se contenta somente com o umbigo, desprezando tudo aquilo que o leva a descobrir e vivenciar o infinito. A intelectualização do infinito está na proporção da abertura que dou aos conhecimentos, que à primeira vista parecem impossíveis, mas, quando estudados, pesquisados, meditados tornam-se claros como sol do meio-dia.

Faccio Miguel

Mensagens : 893
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 39 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (PUBLIT.COM.BR) - LIVRO 18

Mensagem  Faccio Miguel em Sex 1 Maio 2020 - 13:51

27/01/2018
Cada um cria o seu mundo, o seu futuro, por isso o nosso presente é consequência daquilo que fizemos no passado. O Cristo disse que “a semeadura é livre, mas a colheita é obrigatória”. O Cristo sabia muito bem o que estava dizendo e precisava que suas palavras tivessem ao menos um pouco de entendimento. Não lhe era possível dizer a realidade nua e crua; porque não seria entendido. Mesmo assim, aquilo que tentou levar ao nível do conhecimento do povo judeu, muito de seu ensinamento foi mal interpretado. Inclusive seus próprios discípulos não conseguiram intelectualizar muitas coisas de seu ensinamento. Só para exemplificar, uma citação: “quem não nascer da água e do espírito não entrará no reino dos céus”. Até hoje, seus seguidores interpretam a “água” como batismo. Não é possível que Deus selecione para o Seu reino somente aqueles que são batizados. E o restante da humanidade? Vai para o inferno? Essa é uma seleção muito injusta e Deus não comete injustiças. Então, só resta a interpretação equivocada dos pregadores do Evangelho. Agora, se aceitas a “água” como a bolsa de água no ventre materno, aí contempla todos os seres que são gestados por uma mãe. Há a necessidade de até o Evangelho ser visto à luz da razão e da lógica, cuja interpretação será muito mais próxima da realidade do que os dogmas formulados pelas filosofias religiosas em um passado longínquo.

Faccio Miguel

Mensagens : 893
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 39 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (PUBLIT.COM.BR) - LIVRO 18

Mensagem  Faccio Miguel em Sab 2 Maio 2020 - 9:03

28/01/2018
As necessidades do ser humanos não podem restringir-se somente às coisas materiais. Há a necessidade de que se lhe dê, também ao espírito, aquilo que precisa para evoluir espiritualmente. A inconsciência da dualidade matéria/espírito faz com que se dê somente ao corpo aquilo de que precisa para desenvolver-se. Caso o ser pudesse perceber sua outra parte, a espiritual, teria condições de ver a grande diferença que há em sua evolução integral. Certamente, veria que há uma desproporção entre a perna da matéria e a perna do espírito. A perna da matéria seria grande e a perna do espírito seria nanica. Ou, vendo de uma outra forma diferente, o lado da matéria estaria vestido pelo melhor terno, e o lado do espírito estaria vestido com como um mendigo, esfarrapado e sujo. É claro que isso é uma comparação filosófica, mas representa muito bem a importância que damos a cada parte de nossa dualidade matéria/espírito. Ambos são importantes. As coisas materiais precisam sustentar o corpo para que seja forte e tenha condições de ter um espírito também forte. As coisas espirituais, além de fortificar o espírito, também auxiliam o corpo; portanto há muito mais que uma troca, precisa haver uma convivência harmônica para que os dois se desenvolvam equitativamente.

Faccio Miguel

Mensagens : 893
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 39 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (PUBLIT.COM.BR) - LIVRO 18

Mensagem  Faccio Miguel em Dom 3 Maio 2020 - 10:17

29/01/2018
Na nossa caminhada terrena, não podemos nos furtar à busca, ao entendimento, à pesquisa e a perquirir novos conhecimentos, que nos surgem com o único objetivo de aprimorar a evolução da humanidade. No momento em que nos furtamos em aceitar novos conhecimentos, bloqueamos, não somente a nossa evolução como também a de todos os que seguem atrás, porque muitos há que buscam nas nossas palavras algo que procuravam e confiam que lhes trazemos tudo o que vem do Plano Maior, em benefício da humanidade. No momento em que meu consciente exterior não admitir novos conhecimentos, estarei impedindo que muitos também não o aceitem, pois confiam em nossa palavra, especialmente quando são dirigentes de entidades religiosas. Impedir que outros tenham acesso a novos conhecimentos pode-se muito bem enquadrar nas palavras de Jesus: Lucas,17 1 “É impossível que não haja escândalos, mas aí daquele por quem eles vêm”, certamente será duplamente culpado, pois, além de seu pecado, implicitamente contribuirá para que os outros também pequem, especialmente pela omissão. Não aceitar um novo conhecimento é também uma forma de escândalo. A nossa caminhada terrena é uma sequência de conhecimentos e de vivência deles. Na não aceitação de novos conhecimentos é como bloquear a própria evolução espiritual.

Faccio Miguel

Mensagens : 893
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 39 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (PUBLIT.COM.BR) - LIVRO 18

Mensagem  Faccio Miguel em Seg 4 Maio 2020 - 10:25

30/01/2018
Hoje, recebi um clipe de áudio, pelo WhatsApp, que apresentava as principais mudanças que haverá, muito próximo, pela quarta Revolução Industrial. A tecnologia propriamente dominará todos os ramos da atividade humana. Tudo o que fora feito de forma braçal, com o esforço físico do ser humano, está fadado a desaparecer. A única coisa que me preocupa com a utilização da “Inteligência Artificial” é inclusive a possibilidade de se converter contra o próprio ser humano. Isto são apenas pensamentos futuristas, mas a lição está aí. E a principal delas é que quem não se enquadrar em toda essa evolução tecnológica ficará para trás, estará fadado a desaparecer como atividade. Podemos até fazer um paralelo com o outro lado da medalha, o lado espiritual do binômio matéria/espírito. Da mesma forma como há a revolução industrial, há também a revolução espiritual. Não podemos esquecer que estamos na encruzilhada evolutiva. Quem não acompanhar os novos conhecimentos que estão surgindo certamente ficará para trás. A grande transformação dimensional que está acontecendo fará a “separação do joio e do trigo”, como diz Jesus. Quem se negar a seguir a nova luz não terá condições de permanecer aqui na Terra, sua energia não irá suportar a nova energia que está se instalando. Quem não acompanhar a evolução espiritual não será destruído, mas terá que partir “de mala e cuia” para outro planeta que possa suportar sua energia.

Faccio Miguel

Mensagens : 893
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 39 Empty PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (PUBLIT.COM.BR) - LIVRO 18

Mensagem  Faccio Miguel em Ter 5 Maio 2020 - 10:02

31/01/2018
A evolução material sempre acontece muito mais depressa do que a evolução espiritual. Temos que ver isso pelo lado da psique humana, ela sempre precisa a remuneração mais rápida. E as coisas materiais têm esse poder sobre a psique humana, fazendo com que ela sinta rapidamente o prazer, a sensação de vitória e, especialmente, o engrandecimento do ego. Até de uma forma isso é natural, mas não é natural declinar da outra perna do binômio matéria/espírito. A virtude está no meio caminho, que o Buda Gautama muito bem a expressou: “é preciso andar no caminho do meio”. É aí que está a virtude. Nem tanto ao céu, nem tanto à terra. Sempre que se privilegia uma das pernas do desenvolvimento, se está sujeito ao fanatismo ou fundamentalismo. Nos extremos sempre há o exagero, para qualquer dos lados. A virtude está em dividir equitativamente entre o corpo e o espírito. A harmonia está no fiel da balança, quando aponta o centro do marcador. Isso é uma necessidade, pelo simples fato de que o corpo é o instrumento do espírito, é através do corpo que o espírito age e interage na matéria. O que adianta a um corpo forte possuir um espírito fraco, ou um corpo débil possuir um espírito forte. Não haveria harmonia. Não havendo harmonia, há o desequilíbrio. É bom ver as coisas por outro lado. O corpo, depois de algum tempo, volta ao pó da terra e o espírito continua pela eternidade.

Faccio Miguel

Mensagens : 893
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

 PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12 - Página 39 Empty Re: PENSAMENTOS LANÇADOS AO VENTO II (BOOKESS.COM) - LIVRO 12

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 39 de 41 Anterior  1 ... 21 ... 38, 39, 40, 41  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum